O MCTES através da Rede de Instituições de Ensino Superior e de Investigação de Moçambique (MoRENet) está no Processo de ligação de seis hospitais  

Published by MoRENet on

No âmbito da visita de S.Excia Presidente da República no ano de 2020 à cidade de Maputo, a nível do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) foram definidas algumas acções de seguimento, dentre as quais destaca-se à ligação de seis hospitais circunscritos ao Conselho dos Serviços de Representação do Estado na Cidade de Maputo, como forma de doptá-las de capacidade tecnológica necessária para fazer face as suas actividades diárias, acesso a internet e outros serviços de valor acrescentado.

Como parte da materialização destas actividades, que constam da matriz de decisões, no âmbito da visita presidência à cidade de Maputo, com o lema “Papel das TIC para o Desenvolvimento Socioeconómico”, o MCTES através da Rede de Instituições de Ensino Superior e de Investigação de Moçambique (MoRENet) irá contribuir na elevação do papel dos hospitais como centros de referência da saúde na cidade de Maputo.

No seguimento da actividade em epigrafe, o MCTES através da MoRENet para além de contribuir na elevação do papel dos hospitais como centros de referência, irá também contribuir na racionalização de centros de investigação, locais para o desenvolvimento de competências digitais, no engajamento enérgico da aplicação de tecnologias digitais para a melhoria dos serviços de saúde, incluindo a introdução de tele-saúde e tele-medicina, que poderá ser a melhor prática, tendo como vantagem a robustez e alto desempenho da infra-estrutura de
servidores, rede de comunicação de dados, e associado a capacidade de largura de banda provida pela MoRENet, que serão alocada aos hospitais.

O MCTES com esta actividade pretende interconectar à infra-estrutura de rede de comunicação de dados da MoRENet, seis hospitais, provendo capacidades de largura de banda que variam de 50Mbps a 100Mbps dependo da necessidade de cada hospital.

A ligação de 6 Hospitais circunscritos ao Conselho dos Serviços de Representação do Estado na Cidade de Maputo (CSRECM) à MoRENet, nomeadamente: (i).Hospital Geral José Macamo;(ii).Hospital Psiquiátrico de Infulene;(iii).Hospital Geral de Mavalane;(iv). Hospital Geral de Chamanculo;(v). Hospital Geral de Polana Caniço;(vi).Instituto de Ciências de Saúde de Infulene,

Foi identificada como uma forma de prover aos hospitais, capacidade tecnológica necessária para fazer face as suas actividades diárias, acesso a Internet e outros serviços de valor acrescentado, para análise e simulação de
conjuntos de dados em grande volume (Computação de Alto Desempenho), provendo capacidades de largura de banda na ordem de 100Mbps para cada hospital. Neste momento a MoRENet já efectuou a ligação de quatro hospitais nomeadamente:

  • Hospital Geral José Macamo; 
  • Hospital Geral de Chamanculo;
  • Hospital Geral de Mavalane;
  • Hospital Geral de Polana Caniço.

Para a finalização das ligações dos seis hospitais, houve a necessidade de compra de equipamento terminal (Roteadores), e para o efeito o INAGE/MoRENet lançou o concurso público Nº. 01/UGEA/079/2022, tendo sido enviado o posicionamento referente aos concorrentes em Abril de 2022, o contrato assinado com a empresa vencedora em Maio de 2022 e o primeiro lote de equipamento terminal provisório foi recebido em 20 de Maio de 2022. A instalação do equipamento terminal e entrega dos serviços foram iniciadas no dia 23 de Maio do presente ano para os hospitais com o processo de instalação da fibra óptica concluída, nomeadamente:

·       Hospital Geral José Macamo,

·        Hospital Psiquiátrico de Infulene,

·       Hospital Geral de Mavalane,

·       Hospital Geral de Chamanculo

·       Hospital Geral de Polana Caniço.


0 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.